Artigo


Educar sem ideologias


Publicado 26 de setembro de 2020 às 10:08     Por José Medrado*     Foto Divulgação

Infelizmente, quando vemos um ministro da Educação despejar uma saraivada de desinformações e preconceitos, claramente calcada em suas convicções religiosas e tábula rasa de saber, percebemos como o conceito real de educação está distorcido no seio do povo brasileiro. Isso porque muitas reações ao processo crítico de análise da sua fala foram de omissão, ou mesmo de justificativa dos que atualmente veem tudo no se não são a favor, são contra. Lamentável toda esta contaminação de situações que deveriam, pelo menos em tese, ser de ideal comum, coletivo.

A visão de educação do povo brasileiro, em geral, sinto assim, é muito abstrata e restritiva, gravitando apenas em se estar na escola, tirar boas notas e buscar um diploma superior. Naturalmente, ideais para as famílias que guardam o poder de prestar uma boa escolarização de seus filhos. Não há uma preocupação de formação de um senso crítico geral, considerando que nos encontramos já no final da segunda década do século XXI. Proclama-se a educação como direito, em especial políticos em campanha ou permanentemente em seus palanques, mas se esquece que este direito passa pela formação de cidadãos, em respeito a princípios de compreensão da vida, de maneira coletiva, realmente social, não individualista, na formação de competidores afiados.

O Brasil guarda uma valorização do tal Dr, como se isto gerasse, por si só destaque, o que em parte, infelizmente é verdade, mas precisamos repensar o saber, pelo saber, mas o direcionar na formação, repito, de uma melhor sociedade. Isso não passa, de forma alguma, por ideologias de quaisquer naturezas ou procedências, mas de se entender o ser humano como integral, partícipe de um mundo.

Não desconsidero, de forma alguma, que o grau de competição no chamado “mundo lá fora” está devorador. Claro que não! Todavia, é exatamente pensando neste mundo que o desenvolvimento de uma crítica construtiva, de uma formação que valorize conquistas de ser, de ser humano precisa também se realizar. Veja que falei também, não única.

*José Medrado é líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal. Também é apresentador de rádio e escreve para o AjuNews aos sábados.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Bolsonaro diz que juiz não pode decidir sobre obrigatoriedade de vacina contra covid-19

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.