Política


Bolsonaro se posiciona contra Carnaval em 2022: “Por mim não teria”


Publicado 26 de novembro de 2021 às 17:42     Por Fernanda Souto     Foto Alan Santos/ PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se posicionou contra o Carnaval em 2022, durante transmissão ao vivo, nesta quinta-feira (25). De acordo com o chefe do Executivo, a realização da festa em 2020 ajudou na proliferação da covid-19 em todo o país.

“Por mim não teria. Em 2020, quando pouco se sabia sobre o vírus, eu declarei estado de emergência enquanto prefeitos e governadores decidiram fazer o Carnaval e o resultado foi 600 mil mortes. Mas a realização em 2022 é de competência dos prefeitos e governadores. Eles que decidem”, disse.

Com o avanço da vacinação contra a covid-19 no Brasil, e consequente diminuição das mortes e casos da doença, alguns estados discutem a realização do Carnaval em 2022. Em Sergipe as conversas se concentram nas festas de fim de ano e ainda não há previsão para pautar os debates sobre os eventos carnavalescos, conforme confirmou ao AjuNews a Superintendência de Comunicação do Estado.

De acordo com o último decreto estadual que trata das medidas restritivas para controle da pandemia, o item que trata de eventos de lazer coletivos, a exemplo de shows, blocos, micaretas e similares, o governo de Sergipe autorizou, desde do dia 1º de novembro, a realização sem restrição de horário de funcionamento, desde que respeitados o limite de 600 pessoas em ambientes fechados e de 900 em ambientes abertos.

Leia mais:
Sergipe ainda não discute realização de Carnaval em 2022



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Presos são premiados no 6° Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU)

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.