Polícia


Polícia prende suspeito de tentativa e de homicídio contra família em Lagarto


Publicado 04 de maio de 2021 às 08:47     Por Fernanda Sales     Foto Arquivo / Secretaria de Segurança Pública

Um homem, 27 anos, foi preso nesta segunda-feira (3) pelas equipes da Delegacia Regional de Lagarto, após investigação de duas tentativas de homicídio e de um homicídio praticado no município do centro sul sergipano. O crime ocorreu no dia 4 de março deste ano, no povoado Brasília. A ação policial também resultou no cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do investigado, onde foi apreendida uma arma de fogo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Sergipe, a delegada regional Michele Araújo informou que as investigações foram iniciadas ainda no dia do crime, logo após a ocorrência de duas tentativas de homicídio e de um homicídio. “Esse crime horrendo foi praticado contra uma família. Infelizmente, a senhora Josefa Carliane foi atingida por disparos de arma de fogo e faleceu”, destacou.

Michele Araújo detalhou que também foram atingidos um homem e uma criança. “Ainda nesse mesmo contexto, o senhor Cristiano da Conceição e o filhinho do casal, de apenas dois anos de idade, foram atingidos por disparos, os quais feriram com maior gravidade a criança, que foi alvejada no rim e o projétil alojou-se na coluna”, complementou.

Para a delegada, o investigado pelo crime apontava o homem vítima da ação como responsável pela sua separação. “De acordo com as apurações, o suspeito atribuía a Cristiano a sua separação da irmã dele, razão pela qual teria, juntamente com um comparsa, emboscado a família e disparado diversas vezes na direção deles”, explicou.

Durante a operação policial de busca e apreensão na residência do investigado, foi encontrado um revólver calibre 357 e 18 munições de mesmo calibre, razão pela qual, além do mandado de prisão preventiva, o suspeito também foi autuado por posse irregular de arma de fogo.

O inquérito policial está em fase de conclusão e nos próximos dias será encaminhado à Justiça. O suspeito ficará custodiado à disposição do Poder Judiciário, a fim de salvaguardar a sociedade de novas ações violentas e proteger testemunhas, além das vítimas sobreviventes.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça determina que empresas de ônibus limitem número de passageiros em Aracaju

Justiça
Mais Lidas
Publicidade