Saúde


Covid-19: Confira quando é necessário procurar o serviço de saúde


Publicado 26 de março de 2020 às 19:07     Por Redação AjuNews     Foto Divulgação / Governo de Sergipe

Diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no Brasil e da confirmação de 16 casos da doença em Sergipe, o fluxo de pessoas nas Unidades de Saúde da capital e do interior aumentou. A Secretaria de Estado da Saúde de Sergipe (SES-SE) recomenda que, para que o sistema de saúde não entre em crise, somente em alguns casos as pessoas devem procurar o serviço de saúde.

De acordo com o infectologista da SES, Marco Aurélio Góis, o período favorece o aparecimento de síndromes respiratórias, como gripes, resfriados ou até mesmo a covid-19, que pode se apresentar de forma leve no individuo.“Se a pessoa tem sintomas leves como coriza, nariz escorrendo, deve tratá-los como geralmente faz, sobretudo, hidratando-se, sem procurar o serviço de saúde. Quanto às pessoas que têm rinites, estas já estão habituadas a usar medicamentos para diminuir esse corrimento nasal, também devem se cuidar em casa. Se além da coriza a pessoa começa a ter febre, que é sempre um sinal de alerta, deve observar o comportamento destes sintomas.”, orienta.

Segundo Marco Aurélio, as equipes de Atenção Primária estão se organizando para fornecer atendimento sem colocar o resto da população em risco. O serviço de saúde deve ser buscado, quando além destes sintomas, a pessoa começar a ter uma dificuldade progressiva para respirar. “Queremos que a população entenda que existem serviços específicos para cada sintomatologia. Porque se todo mundo, com quadro leve, for a um pronto socorro ou à porta de um hospital de referência haverá desassistência e não teremos profissionais para cuidar de quem realmente precisa estar lá. Aí a gente pode correr o risco sim, de ter óbitos e confusão no serviço de saúde”, alertou.

Isolamento

O infectologista enfatiza a importância da conscientização da população para que curva epidemiológica do vírus em território sergipano diminua. “É fundamental que as pessoas permaneçam em casa, que sigam a orientação do isolamento social, especialmente quem tem sintomas gripais. Estes devem se isolar por 14 dias. Diminuir a circulação é fundamental”, observou.

Leia mais

Aracaju registra primeiro caso de transmissão comunitária de coronavírus; número sobe para 16 em SE

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Coronavírus: TJ-SE destina mais meio milhão a três instituições para o combate

Justiça
Mais Lidas
Publicidade