Saúde


Ministro da Saúde diz que vacinação infantil contra covid-19 será monitorada


Publicado 13 de janeiro de 2022 às 18:34     Por Redação AjuNews     Foto Marcelo Camargo / Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quinta-feira (13) que a campanha de imunização infantil contra covid-19 será monitorada para identificar possíveis reações adversas às vacinas. Em dezembro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a aplicação do imunizante da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos.

Chegaram nesta quinta (13) no Aeroporto de Viracopos, no interior de São Paulo, 1,24 milhão de doses da vacina contra a covid-19 para crianças. Até o fim de março, o governo federal espera receber 20 milhões de doses de vacinas pediátricas.

Queiroga destacou que essas vacinas têm sido aplicadas nos principais sistemas de saúde do mundo. “Essa aplicação começou no mês de novembro, sobretudo nos Estados Unidos. Mais de 8 milhões de doses foram aplicadas nos Estados Unidos, nas crianças de 5 a 11 anos, e não têm sido notificados eventos adversos maiores. Portanto, até o que sabemos, no momento, existe segurança atestada não só pela Anvisa, mas por outras agências regulatórias, para aplicação dessas vacinas”, disse o ministro.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.