Política


Com crítica a Bolsonaro, Acadêmicos de Vigário Geral apostou no enredo “O conto do vigário”


Publicado 22 de fevereiro de 2020 às 10:47     Por Redação AjuNews     Foto Reprodução / Twitter

A Acadêmicos de Vigário Geral abriu a primeira noite de desfiles da Série A levando uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para a Avenida Sapucaí, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (21). O público se dividiu entre aqueles que aplaudiram a alegoria e outros que vaiaram.

A escola de samba levou para o Sambódromo o enredo “O conto do vigário”. Ao fim do desfile, integrantes da agremiação empurravam um palhaço gigante com uma faixa presidencial e fazendo sinal de arma com uma mão.

A ala “Bloco Sujo” fez referência aos blocos de rua que se manifestam contra o descaso do poder público. Os componentes, que vestiam fantasias comuns no carnaval de rua, como palhaço, diabo, marinheiro e melindrosa, carregavam estandartes com as palavras “educação, cultura, saúde e democracia”.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Lixões são interditados nos municípios de Pacatuba e Brejo Grande após fiscalização

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.