Eleições


Eleições: Contratações e demissões de servidores estão proibidas a partir de julho em Aracaju


Publicado 30 de junho de 2020 às 19:30     Por Larissa Barros     Foto Divulgação / Prefeitura Municipal de Aracaju

As contratações e demissões de servidores de Aracaju vão ser proibidas a partir desta sexta-feira (3). A medida faz parte de uma das regras por causa do período eleitoral.

Em videoconferência com os secretários da capital, nesta terça-feira (30), o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) discutiu as proibições. Entre elas estão as limitações referentes à contratação de pessoas e a proibição de realização de publicidade oficial.

“Existe todo um regramento que deve ser seguido e nós iremos respeitá-lo completamente. Os serviços permanecerão disponíveis para a população, as obras também seguirão seu cronograma sem paralisações. Mas naquilo que for necessária a adequação, nós faremos em respeito ao que determina a lei eleitoral”, afirmou o prefeito.

Segundo a assessora técnica Luzia Gois, todos os canais de comunicação institucional da Prefeitura de Aracaju estarão indisponíveis, apenas os serviços essenciais estarão acessíveis nos portais disponibilizados pela administração da cidade.

Durante o período eleitoral, apenas o brasão, símbolo oficial da gestão da cidade pode ser mantido. Sendo assim, as placas informativas, identificação em veículos e em prédios públicos, placas de obras e todas as peças que possuírem slogans ou símbolos relacionados à gestão atual deverão ser removidos.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.