Mundo


ONU aprova resolução contra invasão à Ucrânia


Publicado 02 de março de 2022 às 17:50     Por Quesia Cerqueira     Foto John Angelillo / POOL via Reuters

A Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) após três dias de discursos aprovou, nesta quarta-feira (2), resolução contra a invasão da Rússia à Ucrânia, que já completa o sétimo dia. 

A medida afirma que a ONU “deplora nos mais fortes termos a agressão da Rússia contra a Ucrânia”. Cento e quarenta e um membros foram favoráveis à aprovação, cinco foram contrários e 35 se abstiveram. O Brasil votou com a maioria. 

Ronaldo Costa Filho, embaixador brasileiro nas Nações Unidas, disse durante a sua justificativa, que a resolução, da maneira que foi votada, não vai “longe o suficiente” para o fim das hostilidades e é “apenas um primeiro passo para a paz”.

“A paz exige mais do que o silêncio das armas e a retirada das tropas. O caminho para a paz requer um trabalho abrangente sobre as preocupações de segurança das partes. A resolução não pode ser entendida como algo que permita a aplicação indiscriminada de sanções. O Brasil continua a pedir a todos os atores a desescalada e renovação dos esforços em favor de um acordo diplomático”, afirmou.

A resolução não tem poder legal, mas pede que a Rússia retire suas tropas da Ucrânia. Na prática, não representa mudanças nas políticas externas dos países devido à não obrigatoriedade de medidas, mas evidencia o isolamento russo.

Após a aprovação, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, em publicação no twitter, agradeceu aos países favoráveis à resolução e afirmou que eles “escolheram o lado certo da história”.

A resolução é um indicativo de como as nações ligadas à organização entendem o conflito no Leste europeu. Ou seja, se são contra ou a favor da condenação da Rússia à invasão na Ucrânia.

Países que votaram a favor

  • Afeganistão
  • Albânia
  • Andorra
  • Antígua-Barbuda
  • Argentina
  • Austrália
  • Áustria
  • Bahamas
  • Bahrein
  • Barbados
  • Bélgica
  • Belize
  • Benin
  • Butão
  • Bósnia-Herzegovina
  • Botsuana
  • Brasil
  • Brunei
  • Bulgária
  • Cabo Verde
  • Camboja
  • Canadá
  • Chade
  • Chile
  • Colômbia
  • Comoros
  • Costa Rica
  • Costa do Marfim
  • Croácia
  • Chipre
  • República Checa
  • Congo
  • Dinamarca
  • Djibuti
  • Dominica
  • República Dominicana
  • Equador
  • Egito
  • Estônia
  • Fiji
  • Finlândia
  • França
  • Gabão
  • Gâmbia
  • Geórgia
  • Alemanha
  • Gana
  • Grécia
  • Granada
  • Guatemala
  • Guiana
  • Haiti
  • Honduras
  • Hungria
  • Islândia
  • Indonésia
  • Irlanda
  • Israel
  • Itália
  • Jamaica
  • Japão
  • Jordânia
  • Quênia
  • Kiribati
  • Kuwait
  • Letônia
  • Líbano
  • Lesoto
  • Libéria
  • Líbia
  • Liechtenstein
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malaui
  • Malásia
  • Maldivas
  • Malta
  • Ilhas Marshall
  • Mauritânia
  • Ilhas Maurício
  • México
  • Micronésia
  • Mônaco
  • Montenegro
  • Mianmar
  • Nauru
  • Nepal
  • Holanda
  • Nova Zelândia
  • Níger
  • Nigéria
  • Macedônia do Norte
  • Noruega
  • Omã
  • Palau
  • Panamá
  • Papua Nova Guiné
  • Paraguai
  • Peru
  • Filipinas
  • Polônia
  • Portugal
  • Qatar
  • Coreia do Sul
  • Moldova
  • Romênia
  • Ruanda
  • São Cristóvão e Neves
  • Santa Lúcia
  • São Vicente e Granadinas
  • Samoa
  • San Marino
  • São Tomé e Príncipe
  • Arábia Saudita
  • Sérvia
  • Seichelles
  • Serra Leoa
  • Cingapura
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Ilhas Salomão
  • Somália
  • Espanha
  • Suriname
  • Suécia
  • Suíça
  • Tailândia
  • Timor Leste
  • Tonga
  • Trinidad e Tobago
  • Tunísia
  • Turquia
  • Tuvalu
  • Ucrânia
  • Emirados Árabes Unidos
  • Reino Unido
  • Estados Unidos
  • Uruguai
  • Vanuatu
  • Iêmen
  • Zâmbia

Países que votaram contra

  • Belarus
  • Coreia do Norte
  • Eritréia
  • Rússia
  • Síria

Países que se abstiveram

  • Argélia
  • Angola
  • Armênia
  • Bangladesh
  • Bolívia
  • Burundi
  • República Centro-Africana
  • China
  • Congo
  • Cuba
  • El Salvador
  • Guiné Equatorial
  • Índia
  • Irã
  • Iraque
  • Cazaquistão
  • Quirguistão
  • Laos
  • Madagascar
  • Mali
  • Mongólia


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Candidato a vice-governador na chapa de Rogério Carvalho aponta perseguição política em pedido de prisão

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.