Economia


Com 169 mil sem emprego, Sergipe tem 4ª maior taxa de desemprego do país


Publicado 16 de maio de 2022 às 12:20     Por Dhenef Andrade     Foto Marcelo Camargo / Agência Brasil

A taxa de desocupação em Sergipe é de 14,9%, maior do que a média nacional de 11,1%, conforme dados, referentes ao período de janeiro a março deste ano, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na última sexta-feira (13). O estado fica atrás apenas da Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro.

De acordo com o IBGE, há 169 mil sergipanos sem trabalho. Mesmo assim, o índice é menor que o do mesmo período do ano anterior, que foi de 20,7%. Em relação a outubro a dezembro de 2021, não houve variação estatisticamente significativa.

A taxa de informalidade chegou a 53,6%, sexta maior do país e superior à média nacional que é de 40,1%. A população ocupada é de 961 mil pessoas, o que representa um aumento em 95 mil pessoas, ou 10,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O nível de ocupação foi de 51,2%, o que representa um aumento de 4,3 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado.

O número de pessoas com carteira de trabalho assinada é de 245 mil pessoas e não apresentou variação estatística em relação ao trimestre anterior. Apesar disso, Sergipe teve o 6° menor percentual do país de pessoas que trabalham com a carteira assinada, equivalente a 55,9%.

Já as pessoas sem carteira de trabalho assinada representam cerca de 194 mil trabalhadores, o que representa um aumento de 39 mil pessoas, 24,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Leia mais
Bolsonaro comemora decisão de Mendonça que suspende decisão dos estados sobre ICMS no diesel



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

STJ confirma exigência de exame toxicológico para renovação de CNH

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.