Economia


Covid-19: Procon Aracaju orienta como proceder ao adiar ou cancelar viagens


Publicado 19 de março de 2020 às 16:00     Por Redação AjuNews     Foto Felipe Goettenauer / Prefeitura de Aracaju

O Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), orientou, nesta quinta-feira (19), como os aracajuanos devem proceder em casos de adiamento ou cancelamento de viagens aéreas, marítimas ou terrestres devido ao novo coronavírus (covid-19).

De acordo com o coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, a saúde e a segurança são direitos garantidos pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). Por isso, nenhum consumidor deve se expor a riscos.

“Aquelas pessoas que adquiriram passagens com destino a cidades ou países que estão com casos de coronavírus confirmados não são obrigadas a viajar. Então é dada a oportunidade de o consumidor fazer o cancelamento ou adiamento dessa compra, sem qualquer ônus, cobrança de multas ou taxas”, explicou.

Porém, é importante prestar atenção, nos casos de remarcação, à questão da variação de algumas tarifas, por causa de promoções e ofertas. “É comum nas agências de turismo e viagem que os preços tenham promoções, a depender da época do ano, levando em conta alta e baixa estação daquele destino que vai ser visitado pelo consumidor. Então é preciso levar em consideração, nesses casos de pacote de viagens, a questão tarifária. Precisamos contar com a boa-fé das duas partes , nesse sentido”, afirmou.

Quanto aos consumidores que ainda vão comprar a passagem, o coordenador sugere que seja a pessoa avalie a necessidade e urgência da viagem, principalmente nesse período. Caso a viagem seja necessária, ele recomenda uma atenção especial aos contratos de prestação de serviços, especialmente as disposições referentes ao cancelamento.

“Todas as informações referentes a cancelamento, cobrança de valores ou qualquer situação que possa onerar o consumidor devem estar descritas de maneira clara e o mais compreensível possível”, esclareceu.

Ainda segundo o coordenador, as empresas aéreas estão colaborando para a melhorar essa situação. “A maioria já disponibilizou, inclusive, ferramentas específicas para que os consumidores possam fazer a solicitação de reembolso ou de adiamento da viagem nos próprios sites eletrônicos da empresa, disponibilizando canais de atendimento específicos”, explicou.

Atendimento

Caso o consumidor não consiga remarcar ou cancelamento sem uma taxa, é essencial que acione o Procon Aracaju, localizado na capital, para auxiliar no processo de reconciliação.

O órgão disponibiliza formas de atendimento à distância, por causa das orientações das autoridades de saúde. “Os consumidores que desejarem reclamar ou solicitar informação, temos um SAC que é o 151, o telefone 3179 6040, e agora também disponibilizamos o nosso endereço de e-mail, para o qual o consumidor poderá anexar fotos ou documentos, que é o [email protected]”, concluiu.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Por divulgação de obra no Japãozinho, Justiça determina que Edvaldo exclua vídeo das redes sociais

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.