Economia


Dia das Mães deve impulsionar vendas e movimentar economia sergipana, diz FCDL


Publicado 04 de maio de 2021 às 18:10     Por Fernanda Souto     Foto Valter Campanato/ Agência Brasil

O Dia das Mães deve impulsionar as vendas no primeiro quadrimestre do ano e movimentar a economia, em Sergipe, segundo a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do estado (FCDL). A data comemorativa é considerada a segunda melhor data em compras para o comércio.

De acordo com o presidente da entidade em Sergipe, Edivaldo Cunha, a pandemia da covid-19 continuará atrapalhando os planos dos lojistas para uma maior movimentação, devido às dificuldades das pessoas em meio ao desemprego.

“Estamos vendo uma clientela cautelosa em relação ao atual momento, porém o Dia das Mães é uma data muito sentimental, que tem apelo emocional e de sensibilidade dos filhos, netos e familiares. Por isso, com base nos dados nacionais, creio que teremos uma movimentação de aquecimento da economia”, afirmou.

Ainda segundo a CNDL, nacionalmente, o Dia das Mães deve movimentar aproximadamente R$ 24,3 bilhões na economia. Os dados apontam que 123 milhões de brasileiros irão às compras nos próximos 15 dias em virtude da data.

A previsão da entidade é de que 77% dos brasileiros pretendem ir às compras, e que a média de valor do presente será de R$ 197. “Roupas, calçados, acessórios, artigos de informática, celulares podem puxar as vendas no Dia das Mães no comércio sergipano e pode girar algo em torno 24 milhões de reais por conta dessa data tão marcante na vida de todos nós”, detalhou Edivaldo Cunha.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça determina que empresas de ônibus limitem número de passageiros em Aracaju

Justiça
Mais Lidas
Publicidade