Educação


Pandemia fez Sergipe fechar 2020 com menos 4 mil postos de trabalho, aponta estudo da UFS


Publicado 20 de fevereiro de 2021 às 19:20     Por Redação AjuNews     Foto Peu Moraes / AjuNews

A pandemia de covid-19 trouxe prejuízos para a economia de Sergipe, resultando num saldo negativo de 4.475 postos de trabalho com carteira assinada. O levantamento foi realizado pelo Laboratório de Economia Aplicada e Desenvolvimento Regional (Leader) da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e divulgado, nesta sexta-feira (19).

Segundo o levantamento, foram 72.680 admissões contra 77.155 desligamentos ao longo de 2020. O estudo também aponta que a retração do mercado de trabalho formal no estado foi registrada de forma mais intensa nos quatro primeiros meses do ano passado, quando as medidas de isolamento social foram adotadas com mais rigor.

Conforme apontou o estudo, de março a julho de 2020, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) registrou a perda de 13.781 vagas de emprego. Já entre agosto e dezembro, 11.015 postos de trabalho formais foram recriados.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

PGR entra com ações para barrar reeleições em assembleias legislativas

Justiça
Mais Lidas
Publicidade