Economia


Presidente da Embraer não descarta novas demissões por causa da pandemia


Publicado 30 de outubro de 2020 às 19:00     Por Fernanda Souto     Foto Divulgação/ Embraer

O presidente da Embraer, Francisco Gomes Neto, afirmou que novas demissões não estão descartadas na companhia, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, publicada nesta sexta-feira (30). “Não posso dizer nem que sim nem que não. Estamos fazendo o possível para preservar empregos, mas a crise não acabou e não a controlamos”, afirmou.

Cerca de 12% do total de colaboradores, o equivalente a 2,5 mil, foram demitidos. A demissão está entre os cortes de custos promovidos pela Embraer devido ao impacto da pandemia da Covid-19.

Quando questionado sobre mercado, Neto afirmou que a empresa fez alguns contatos para iniciar novos projetos. Um deles é a aeronave turboélice para disputar com a Airbus.

“Sem parceria, não vamos dar andamento, neste momento, ao projeto. Pelo menos até a gente enxergar uma melhoria no cenário e na nossa situação financeira. Mas achamos que vamos encontrar parceiros interessados. Estamos fazendo alguns contatos”, afirmou.

Aos investidores, o presidente da Embraer deixou uma mensagem de otimismo. “A mensagem para nossos acionistas é: acreditem na Embraer e tenham um pouquinho de paciência porque vamos chegar lá”, disse.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Rachel Sheherazade pede R$ 19 milhões em indenização trabalhista ao SBT, diz site

Justiça
Mais Lidas
Publicidade