Entretenimento


Henrique e Juliano estendem indenização à família de funcionário morto


Publicado 13 de fevereiro de 2020 às 17:29     Por Redação AjuNews     Foto Reprodução / Instagram

Os cantores Henrique e Juliano fizeram um acordo judicial nesta terça-feira (11), com a família de Carlos Souza, colaborador dos sertanejos, que veio a óbito enquanto fazia ajustes no palco onde a dupla faria show. Os cantores decidiram que irão pagar o valor que foi determinado pela Justiça, e além disso, uma pensão vitalícia para a família do trabalhador. As informações são da coluna do Léo Dias.

O caso aconteceu em fevereiro de 2019, em Minas Gerais, quando o funcionário da equipe técnica da banda morreu eletrocutado no momento em que fazia alguns ajustes. A vítima teve uma parada cardíaca e recebeu atendimento médico mas não resistiu.

A justiça estabeleceu que a dupla pague uma indenização de R$ 300 mil à família da vítima, mas Henrique e Juliano também decidiram que vão pagar uma pensão vitalícia de um salário mínimo aos pais do funcionário, além de solicitarem que parte do valor da indenização seja rateado entre os oito irmãos.

Procurada, a assessoria de imprensa de Henrique e Juliano confirmou as informações. “A dupla Henrique & Juliano aguardava com ansiedade a conclusão deste processo”, disse a representante da dupla, que foi complementada com uma declaração de Henrique: “Carlos sempre foi um muito querido e nosso desejo sempre foi tratar este assunto com muita dignidade”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso