Mundo


Astro da NBA, Kobe Bryant morre em queda de helicóptero nos Estados Unidos


Publicado 26 de janeiro de 2020 às 17:09     Por Redação AjuNews     Foto Divulgação

O astro da NBA e que virou lenda na franquia do Los Angeles Lakes, Kobe Bryant morreu, aos 41 anos, após queda do próprio helicóptero na cidade de Calabas, na Califórnia, nos Estados Unidos, neste domingo (26). O astro deixa sua esposa Vanessa e suas quatro filhas – Gianna, Natalia e Bianca, e seu recém-nascido Capri. A

A queda do helicóptero com cinco ocupantes foi confirmada pelo departamento de polícia do Condado de Los Angeles. Não houve sobreviventes. A presença de Bryant no helicóptero foi confirmada pouco depois pela imprensa local, incluindo os canais ESPN e ABC. A prefeitura de Calabasas lamentou, pelo Twitter, a morte do ex-atleta.

Considerado um dos maiores nomes da história do basquete mundial, Kobe viajava com pelo menos mais três pessoas em seu helicóptero particular quando caiu e pegou fogo após colidir contra o solo. O pessoal da emergência chegou ao local, mas ninguém sobreviveu. O atleta usava seu famoso helicóptero para viajar por anos – desde quando ele jogou no Lakers.

Kobe Bryant é considerado um dos grandes jogadores de basquete do mundo. Ele ingressou na NBA em 1996 e assinou contrato com o único time no qual queria jogar, o Los Angeles Lakers. Ganhou seu primeiro campeonato na temporada de 1999-2000, junto com a estrela do time à época, Shaquille O’Neal.

Viveu seu auge na liga norte-americana de basquete, a NBA, entre os anos de 2007 e 2010, conquistando outros dois campeonatos nesse período. Ele jogou duas Olimpíadas, 2008, em Pequim, e 2012, em Londres, conquistando medalha de ouro em ambas. Bryant se aposentou do esporte em 2016, reverenciado como uma das maiores estrelas da NBA. Foi vencedor de cinco títulos nacionais.

Ele é o quarto maior pontuador da história da liga. Coincidentemente, sua marca de 33.643 pontos foi ultrapassada ontem (25) por LeBron James, também dos Lakers. Pelo Twitter, Bryant, parabenizou o colega. “Muito respeito, meu irmão”, disse Kobe, horas antes de entrar no helicóptero. Bryant era um fã declarado do brasileiro Oscar Schmidt e também gostava de futebol. Ele esteve no Brasil para assistir jogos da Copa do Mundo, em 2014.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.