Justiça


Desembargador que ofendeu guarda e se recusou a usar máscara em Santos não pagou multa de R$ 100


Publicado 25 de janeiro de 2021 às 16:22     Por Larissa Barros     Foto Reprodução

O desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Eduardo Siqueira, que ofendeu um guarda e se recusou a usar máscara em Santos, ainda não pagou a multa no valor de R$ 100, cobrada pela Prefeitura da cidade para quem se recusa a usar máscara de proteção contra coronavírus. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

De acordo com a publicação, a defesa do desembargador, afirmou que vai entrar com ação na Justiça para anular a multa, e que o Siqueira considera ilegal por ter sido definido por decreto, não por lei municipal.

O desembargador Eduardo Siqueira também foi autuado por outra autuação, no valor de R$ 208,30, por ter rasgado a multa e jogado no chão, segundo a lei municipal que pune o descarte de resíduos em vias públicas.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Rachel Sheherazade pede R$ 19 milhões em indenização trabalhista ao SBT, diz site

Justiça
Mais Lidas
Publicidade