Justiça


Justiça determina que Estado de Sergipe realize mutirão de cirurgias cardíacas de média e alta complexidade


Publicado 19 de maio de 2022 às 15:46     Por Redação AjuNews     Foto Arquivo / Elza Fiúza / Agência Brasil

A Justiça determinou ao Estado de Sergipe que realize, de forma imediata, um mutirão, em caráter paliativo, para a realização de cirurgias cardíacas de média e alta complexidade, atendendo os pacientes diagnosticados e regulados na lista de espera informada nos autos do processo. A decisão acontece após uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público de Sergipe (MP-SE) e divulgada, nesta quinta-feira (19).

De acordo com o MP-SE, o Estado deverá contratualizar novos prestadores, em Sergipe ou em outra Unidade da Federação, através do Tratamento Fora do Domicílio (TFD), a fim de que os procedimentos cirúrgicos sejam realizados no tempo compatível com a urgência exigida para cada caso, de modo a ampliar o número mensal de cirurgias em, pelo menos, mais 30 procedimentos, além do já contratualizado com o Hospital de Cirurgia.

Na Liminar, o Judiciário também determinou que o Estado amplie o serviço de cardiologia de média e alta complexidade, mediante a repactuação com o Hospital de Cirurgia, único referenciado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Sergipe.

O MP-SE informou que ajuizou a Ação Civil Pública (nº 202111801359) em 2021 com o objetivo de solucionar o fluxo de atendimento aos pacientes cardiopatas por desassistência e ausência de vagas no Hospital de Cirurgia.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça nega recurso de Danielle em ação por danos morais de Edvaldo

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.