Justiça


Justiça proíbe Suzane Von Richthofen de frequentar faculdade


Publicado 28 de fevereiro de 2020 às 16:03     Por Redação AjuNews     Foto Reprodução

A Justiça proibiu que Suzane Von Richthofen frequente as aulas do curso de Gestão do Turismo, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) em Campos do Jordão, São Paulo. As informações foram publicadas pelo UOL, nesta sexta-feira (28).

A decisão da juíza Dra. Wânia Regina Gonçalves da Cunha, foi por considerar que os condenados em regime semi-aberto só podem frequentar cursos profissionalizantes ou superiores se estiverem disponíveis na mesma região em que fica o presídio. Suzane cumpre pena na penitenciária de Tremembé (SP).

Aprovada pelo SISU

Suzane passou em 8° lugar no curso de Gestão de Turismo, por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU), sua nota foi 608,42. Ela foi condenada por matar seus pais em 2002, e se matriculou na faculdade, porém não compareceu nos 10 primeiros dias letivos. Ela fez a matrícula por meio de uma procuração enquanto aguardava a decisão da Justiça para frequentar as aulas.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Rachel Sheherazade pede R$ 19 milhões em indenização trabalhista ao SBT, diz site

Justiça
Mais Lidas
Publicidade