Justiça


Lava Jato: Augusto Aras estuda dividir operação em quatro para acabar com liderança de Dallagnol


Publicado 31 de julho de 2020 às 11:22     Por Peu Moraes     Foto Marcelo Camargo / Agência Brasil

O procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, pretende dividir a força tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, em quatro, terminando com o reinando do procurador Deltan Dallagnol sobre a operação. A informação foi publicada pela colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, nesta quinta-feira (30).

Em setembro, Aras tem que decidir se prorroga ou extingue a força-tarefa. A operação, segundo ele tem sinalizado a interlocutores, será a terceira via: a da transformação. Atualmente, há um oficio o equivalente a uma vara na justiça liderado por Dallagnol que cuida do combate à corrupção. Seriam criados outros trás, para atuar na mesma área.

Com isso, Dallagnol deixaria de responder sozinho pela Lava-Jato, dividindo a função com outros colegas. E a operação deixaria de ter um domínio, como Aras costuma definir o procurador do Paraná. A mesma divisão ocorreria nas forças-tarefa de São Paulo e do Rio de Janeiro.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Mais de 117 mil pessoas que receberam auxílio emergencial de forma indevida já fizeram devolução

Justiça
Mais Lidas
Publicidade