Justiça


TJ-SE e MPT-SE discutem benefício para mulheres vítimas de violência no estado


Publicado 11 de fevereiro de 2020 às 18:29     Por Roberta Cesar     Foto Reprodução / Tribunal de Justiça de Sergipe

O Ministério Público do Trabalho de Sergipe (MPT-SE) e o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE) discutiram, nesta segunda-feira (10), ações conjuntas em benefícios de mulheres vítimas de violência no estado. Na ocasião, também foram discutidos projetos na área da infância e juventude, principalmente no que diz respeito a capacitação de jovens egressos do sistema socioeducativo.

No encontro estavam a juíza Rosa Geane Nascimento, responsável pelas Coordenadorias da Mulher e da Infância e Juventude (CIJ) do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE), e o procurador-chefe da Ministério Público do Trabalho (MPT-SE), Alexandre Magno Batista Alvarenga. Participaram também da reunião os analistas de psicologia da CEVID e da CIJ Sabrina Duarte e Sérgio Lessa e de Serviço Social da CEVID e da CIJ Shirley Amanda e Conceição Prado.

“Foi uma reunião preliminar na qual pudemos apresentar e conhecer os projetos de ambas instituições para as áreas da mulher e da infância e juventude. Sabemos que o MPT faz um trabalho relevante em ações de capacitação para os jovens e a ideia é criar parcerias que mudem efetivamente a realidade dessas pessoas”, explicou a Juíza Coordenadora, Rosa Geane.

De acordo com o Procurador-Chefe, o MPT está à disposição do TJ para implementar as ações e projetos conjuntos. “Irei encaminhar as informações recebidas hoje para o Procurador responsável pelos projetos dessa natureza no MPT. Podem contar conosco”, afirmou o Alexandre Magno Alvarenga.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Rachel Sheherazade pede R$ 19 milhões em indenização trabalhista ao SBT, diz site

Justiça
Mais Lidas
Publicidade