Mundo


Acordo de compra do Twitter está paralisado; Musk quer comprovação de percentual baixo de contas fakes


Publicado 13 de maio de 2022 às 12:30     Por Redação AjuNews     Foto Antonio Cruz / Agência Brasil

O bilionário Elon Musk afirmou, nesta sexta-feira (13) que o acordo para a compra do Twitter está temporariamente suspenso. Em uma série de tweets, o empresário justificou que detalhes sobre contas falsas paralisaram o fechamento da compra.

Para o empresário, a aquisição depende da confirmação de que o número de usuários com contas de spam ou falsas na rede está abaixo de 5%. O empresário usou em sua publicação uma reportagem da agência Reuters, publicada em 2 de maio, sobre a quantidade de perfis falsos.

“O acordo do Twitter está temporariamente suspenso por pendências em detalhes que sustentam que contas falsas de fato representam menos de 5% dos usuários”, escreveu Musk. “Ainda estou comprometido com a aquisição”, complementou o empresário.

Logo depois da mensagem, as ações do Twitter caíram quase 20% na bolsa norte-americana, na abertura do pregão de sexta-feira. Os papéis chegaram a US$ 37,10, menor patamar desde o anúncio da venda da plataforma, em abril.

Considerado a pessoa mais rica do mundo, Elon Musk acertou no final de abril a compra do Twitter por US$ 44 bilhões, cerca de R$ 215 bilhões. A plataforma criada em 2006 tem mais de 200 milhões de usuários atualmente.

Leia mais
Preço de gás de cozinha varia de R$105,00 a R$137,00 em Aracaju



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Presos são premiados no 6° Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU)

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.