Mundo


Acordo de compra do Twitter está paralisado; Musk quer comprovação de percentual baixo de contas fakes


Publicado 13 de maio de 2022 às 12:30     Por Redação AjuNews     Foto Antonio Cruz / Agência Brasil

O bilionário Elon Musk afirmou, nesta sexta-feira (13) que o acordo para a compra do Twitter está temporariamente suspenso. Em uma série de tweets, o empresário justificou que detalhes sobre contas falsas paralisaram o fechamento da compra.

Para o empresário, a aquisição depende da confirmação de que o número de usuários com contas de spam ou falsas na rede está abaixo de 5%. O empresário usou em sua publicação uma reportagem da agência Reuters, publicada em 2 de maio, sobre a quantidade de perfis falsos.

“O acordo do Twitter está temporariamente suspenso por pendências em detalhes que sustentam que contas falsas de fato representam menos de 5% dos usuários”, escreveu Musk. “Ainda estou comprometido com a aquisição”, complementou o empresário.

Logo depois da mensagem, as ações do Twitter caíram quase 20% na bolsa norte-americana, na abertura do pregão de sexta-feira. Os papéis chegaram a US$ 37,10, menor patamar desde o anúncio da venda da plataforma, em abril.

Considerado a pessoa mais rica do mundo, Elon Musk acertou no final de abril a compra do Twitter por US$ 44 bilhões, cerca de R$ 215 bilhões. A plataforma criada em 2006 tem mais de 200 milhões de usuários atualmente.

Leia mais
Preço de gás de cozinha varia de R$105,00 a R$137,00 em Aracaju



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça nega recurso de Danielle em ação por danos morais de Edvaldo

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.