Mundo


Varejista Brooks Brothers pede recuperação judicial nos EUA por causa da covid-19


Publicado 10 de julho de 2020 às 11:45     Por Peu Moraes     Foto Divulgação

A empresa varejista Brooks Brothers pioneira no mercado de ternos a pronta-entrega, pediu recuperação judicial nos Estados Unidos. A informação foi publicada pela colunista Ilca Maria Estevão, do site Metrópoles, nesta sexta-feira (10). A marca entrou para a lista de empresas que recorreram ao Capítulo 11 do Código de Falências do país após a crise do novo coronavírus (covid-19), ao lado de nomes como J.Crew, Neiman Marcus e JC Penney. Com um legado de mais de dois séculos, a label enfrenta uma crise agravada pela pandemia global.

O processo de recuperação judicial foi aberto nesta quarta-feira (08), em um tribunal de Delaware, nos EUA. Pelo Instagram, a Brooks Brothers comunicou ao público a decisão. Agora, também está procurando um comprador. De acordo com a etiqueta, o coronavírus impactou fortemente os negócios.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Pastor Silas Malafaia é condenado a pagar R$ 15 mil ao deputado Marcelo Freixo

Justiça
Mais Lidas
Publicidade