Polícia


Após pedido do MP, Polícia investiga se houve crime em coreografia feita em Maruim


Publicado 16 de outubro de 2021 às 17:18     Por Fernanda Souto     Foto Divulgação/ SSP

A Polícia Civil instaurou um inquérito policial para investigar se houve crime na coreografia feita durante concurso de dança em Maruim, no Leste Sergipano, no último domingo (10). O pedido para apuração foi feito pelo Ministério Público de Sergipe (MP-SE), após a apresentação ter repercussão nacional polêmica, devido às simulações de sexo feitas enquanto haviam idosos e crianças na plateia.

De acordo com o delegado de Maruim, Ataíde Alves, em decorrência da participação de crianças e adolescentes no concurso, a investigação se atentará em averiguar se houve indícios de crimes tipificados no artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente. “O artigo 240 prevê, dentre outras condutas, a produção e direção de cenas pornográficas, envolvendo menores de 18 anos e a pena de reclusão é de quatro a oito anos”, afirmou Ataíde.

No decorrer do inquérito, a Delegacia de Maruim realizará diligências, abrangendo as diversas esferas envolvidas, para esclarecer o caso. Detalhes dos trabalhos seguirão em sigilo, para não prejudicar o andamento da investigação.

Leia mais:
Concurso de dança de Maruim gera polêmica após coreografia simulando sexo; veja vídeo



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.