Política


Alessandro Vieira é multado por não usar máscara durante ato contra Bolsonaro em São Paulo


Publicado 14 de setembro de 2021 às 08:48     Por Fernanda Sales     Foto Divulgação / Assessoria parlamentar

O senador Alessandro Vieira (Cidadania), pré-candidato à Presidência da República, foi multado pelo Governo de São Paulo, juntamente com outras autoridades, por não usar máscara durante o ato contra Bolsonaro na Avenida Paulista, que ocorreu no último domingo (12). As informações foram divulgadas pela Folha de São Paulo, nesta segunda-feira (13).

Além do senador sergipano, outras autoridades também foram multadas: Ciro Gomes, João Amoêdo, o vice-presidente da Câmara Federal, Marcelo Ramos (PL-AM), os deputados federais Joice Hasselmann (PSL-SP) e Júnior Bozzella (PSL-SP), o coordenador do MBL Renan Santos e os deputados estaduais Arthur do Val (Patriota), Heni Ozi Cukier (Novo) e Isa Penna (PSOL).

Todos eles foram autuados por desrespeitarem a lei que obriga o uso de máscara para evitar a disseminação da covid-19. O ato contou com a presença do governador João Doria (PSDB), que apareceu de máscara.

Organizada inicialmente por movimentos da direita não bolsonarista, como MBL e Vem Pra Rua, a manifestação contou com apoio de grupos e políticos da centro-esquerda e da esquerda após as falas golpistas de Bolsonaro por ocasião do 7 de Setembro.

Leia mais:
Alessandro Vieira confirma participação em atos contra Bolsonaro neste domingo (12)
Atos contra Bolsonaro e Lula serão realizados neste domingo (12) pelo país
Cidadania confirma Alessandro Vieira como pré-candidato à presidência da República



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.