Política


Justiça Eleitoral vai agir contra ‘coação’ de ‘milícias digitais’ nas eleições deste ano, diz Moraes


Publicado 21 de maio de 2022 às 17:03     Por Redação AjuNews     Foto Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, afirmou que a Justiça Eleitoral vai agir contra a “coação” de “milícias digitais” nas eleições deste ano. A declaração aconteceu durante a participação do ministro no Congresso Paulista de Direito Eleitoral, organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), nesta sexta-feira (20), em São Paulo. As informações foram publicadas pelo G1.

“Ninguém, nenhum político dos partidos, nenhum presidente [dos partidos], nenhum tem a mínima dúvida da transparência, da lisura e da integridade das urnas eletrônicas. Então, não serão milícias digitais que vão tirar esta legitimidade de uma das grandes conquistas do Brasil”, afirmou Moraes.

Durante as eleições, Alexandre de Moraes estará no comando do TSE. O ministro detalhou que se reuniu com presidentes dos partidos com representação no Congresso Nacional e explicou o funcionamento das urnas. “O que a Justiça Eleitoral vai garantir é que o voto colocado na urna eletrônica é o voto computado e que esse voto colocado não vai sofrer coação das milícias digitais. É isto é o que nós vamos garantir”.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

STJ confirma exigência de exame toxicológico para renovação de CNH

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.