Política


Moro diz que não contraria Bolsonaro publicamente e descarta disputar Presidência da República


Publicado 21 de janeiro de 2020 às 06:43     Por Redação AjuNews     Foto Reprodução / TV Cultura

Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro disse durante em entrevista, nesta segunda-feira (21), ao Roda Viva, da TV Cultura, que apesar de discordar de alguns posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ele segue as ordens do chefe de Estado.

“Fui convidado por Bolsonaro para fazer parte do governo. Sou um ministro do Poder Executivo e há o chefe do Poder Executivo. Algumas decisões são do presidente e cabe aos ministros aplicá-las. Não contrario publicamente o presidente”, disse.

Na oportunidade, o ex-juiz da Operação Lava Jato também negou uma eventual candidatura à Presidência da República. “Não tenho esse tipo de ambição. Temos de ter bastante pé no chão, existe o famoso ditado antigo que diz sic transit gloria mundi (toda glória do mundo é transitória, em latim). Então, essas questões de popularidade, elas vem, vão, passam, e o importante para mim é fazer meu trabalho como ministro da Justiça, e foi o que eu me propus com o presidente, acho que estamos num caminho certo”, afirmou.

Questionado se assinaria um documento para se comprometer a não concorrer, o ex-juiz da Lava Jato afirmou: “Não faz sentido assinar um documento desse, porque muitas pessoas assinaram e depois rasgaram. Eu não tenho esse tipo de pretensão”. O presidente Bolsonaro chegou a cogitar o nome do ex-ministro para seu vice nas próximas eleições.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Candidato a vice-governador na chapa de Rogério Carvalho aponta perseguição política em pedido de prisão

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.