Brasil


No G20, Bolsonaro diz que está “certo” na forma como combate a pandemia da covid-19 no Brasil


Publicado 21 de novembro de 2020 às 18:30     Por Fernanda Souto     Foto Reprodução/ G20

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse à cúpula do G20 que o Brasil está “certo” na forma como combate a pandemia da covid-19. O encontro, que reúne os países mais ricos do mundo, aconteceu através de videoconferência, neste sábado (21).

Em vídeo gravado para o encontro, Bolsonaro argumentou que seria preciso ter atenção à economia e à saúde, ao mesmo tempo. Embora tenha endereçado esta mensagem, desde que a pandemia chegou ao país, Bolsonaro se posiciona contra várias medidas sanitárias para conter a doença.

“Desde o início nós soubemos que era preciso cuidar da saúde e da economia simultaneamente. O tempo vem provando que estávamos certos. Devemos manter o firme compromisso de trabalhar para o crescimento econômico e a liberdade de nossos povos e a prosperidade do mundo”, disse Bolsonaro.

“Saúdo a todos os membros do G20. Especialmente o príncipe herdeiro Mohammad bin Salman, anfitrião do atual encontro. Este ano, enfrentamos desafios sem precedentes na História recente. O Acordo no âmbito do G20 é essencial para superarmos a pandemia da Covid-19 e retomarmos o caminho da recuperação econômica e social”, completou.

Ainda durante o discurso, o Chefe do Executivo voltou a defender a não obrigatoriedade da vacina contra o coronavírus. Ele já sancionou uma lei que prevê esta possibilidade. Nesta sexta-feira (20), o Brasil chegou a marca de 6.020.164 milhões de casos confirmados de infecções pela covid-19, e 168.613 mortes.

“Apoiamos o acesso universal, equitativo e a preços acessíveis aos tratamentos disponíveis. É com esse objetivo que participamos de diferentes iniciativas voltadas ao combate à doença. No entanto, é preciso ressaltar que também defendemos a liberdade de cada indivíduo para decidir se deve ou não tomar a vacina. A pandemia não pode servir de justificativa para ataques às liberdades individuais”, argumentou.

Leia mais:
Brasil chega a marca de 6 milhões de casos confirmados de covid-19



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça condena TV Globo a pagar R$ 65,4 mil a primeira vencedora do “Caminhão do Faustão”

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.