Educação


Secretários estaduais de Saúde pedem adiamento do Enem ao ministro da Educação


Publicado 13 de janeiro de 2021 às 14:24     Por Fernanda Souto     Foto Gabriel Jabur/ Agência Brasil

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) enviou um ofício ao Ministério da Educação (MEC) pedindo o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devido a pandemia da covid-19, nesta terça-feira (12). A prova está marcada para começar neste domingo (17) e no dia 24.

“Apesar dos jovens terem menor risco de desenvolver formas graves e tampouco estar prevista a vacinação da população com menos de 18 anos, o aumento da circulação do vírus nesta população pode ocasionar um aumento da transmissão nos grupos mais vulneráveis”, diz o documento, assinado pelo presidente do Conass e secretário estadual de Saúde do Maranhão, Carlos Lula.

Também na terça (12), a Justiça Federal negou o pedido de adiamento apresentado pela Defensoria Pública, em São Paulo, e por organizações que representam estudantes e entidades. Com a decisão, a data das provas em 17 e 24 de janeiro (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital) continuam mantidas.

Ainda assim, a Defensoria Pública da União recorreu da decisão no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3 ), que deve analisar o caso.

Ontem (12), a média móvel de casos de covid-19 voltou a bater recorde no Brasil. Nenhum estado brasileiro apresentou queda nas mortes há 5 dias. Ao todo, 8.195.637 pessoas já testaram positivo para a doença e 204.697 morreram no país.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

TSE suspende punições para eleitor que não votou nas eleições municipais de 2020

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.