Entretenimento


Após 36 anos, SBT deixa de exibir Chaves


Publicado 31 de julho de 2020 às 16:36     Por Fernanda Souto     Foto Reprodução/ SBT

A partir deste sábado (01) o SBT não exibirá mais os seriados do “Chaves” após a obra ter feito parte da programação por 36 anos. A informação foi divulgada pelo colunista Fabio Ricco, do portal R7, nesta sexta-feira (31), e confirmada pela emissora.

A emissora renovou o contrato com a Televisa, que tem direitos sobre as gravações, porém, possui pendências a serem resolvidas com o titular dos direitos autorais das histórias.

A Televisa havia informado que já teria contornado o problema e que o combinado inicialmente permaneceria até 31 de dezembro deste ano. Mas, nesta quarta-feira (29), a empresa dona dos textos emitiu um comunicado para que o SBT tirasse os seriados do ar já neste sábado.

O seriado que também disponibilizado pela Amazon não está mais disponível.

Segundo o colunista Flavio Ricco, o filho do Bolaños, Roberto Gómez Fernandez, que está comandando a “Chespirito”, há rumores de que ele estaria negociando esses direitos com alguma empresa de streaming, como a Netflix.

Confira o comunicado do SBT:

“São Paulo, 31 de julho de 2020 – A partir deste sábado, 01 de agosto, o SBT deixará de exibir o seriado Chaves. A informação chegou à emissora nesta última quarta-feira (29/07), por notificação da Televisa, emissora mexicana detentora dos direitos da obra produzida, na qual informa que a suspensão é devida a um problema pendente a ser resolvido com o titular dos direitos das histórias. A exibição dos seriados Chaves, Chapolin e Chespirito estaria garantida até 31/07/2020, com possibilidade de renovação entre as partes, o que verbalmente havida sido confirmado. No entanto, a negativa em relação ao acordo com o grupo detentor de direitos intelectuais sobre as histórias, chegou a apenas poucos dias do fim do contrato. O SBT lamenta a decisão, principalmente em respeito ao seu público, que acompanha fielmente os seriados há tantos anos na emissora. A emissora continua na torcida para um acordo entre as duas empresas mexicanas o mais rápido possível e, se isto acontecer, teremos o prazer de informar aos fãs de Chaves, Chapolin e Chespirito, imediatamente.”



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Mais de 117 mil pessoas que receberam auxílio emergencial de forma indevida já fizeram devolução

Justiça
Mais Lidas
Publicidade