Esporte


Santos rompe contrato com Robinho e evita prejuízo de R$ 30 mi após pressão de patrocinadores e torcedores


Publicado 17 de outubro de 2020 às 09:15     Por Fernanda Souto     Foto Divulgação/ Santos FC

O Santos rescindiu o contrato com o atacante Robinho após as várias ameaças de rompimento de acordos de seus patrocinadores, que daria ao clube um prejuízo em torno de R$ 20 milhões por ano, devido à condenação por estupro do jogador pela Justiça da Itália. A informação foi divulgada pelo colunista Rodrigo Mattos, do portal Uol, nesta sexta-feira (16).

Segundo a coluna, a decisão de romper o contrato com Robinho ocorreu porque a situação se tornou insustentável pela questão financeira e porque até o apoio da torcida foi abalado. De tal forma, também poderia impactar no sócio-torcedor, que gera cerca de R$ 10 milhões por ano ao clube.

De acordo com as investigações, o caso aconteceu em 2013, quando o atacante jogava pelo Milan, mas somente em 2017 houve uma sentença de condenação contra ele. O jogador nega as acusações e se defende. No entanto, em transcrições de interceptações telefônicas feitas com autorização judicial, Robinho revelou participação no ato de estupro coletivo a uma mulher albanesa.

De acordo com o Globo Esporte, Robinho admitiu ter mantido relação sexual com a vítima, mas alegou que foi consensual. Porém, em conversa com o amigo Ricardo Falco, também condenado pelo crime, o jogador demonstrou saber que a mulher estava bastante alcoolizada no momento do ato.

Confira a transcrição publicada no site:

Falco: Ela se lembra da situação. Ela sabe que todos transaram com ela. Robinho: O (NOME DE AMIGO 1) tenho certeza que gozou dentro dela.
Falco: Não acredito. Naquele dia ela não conseguia fazer nada, nem mesmo ficar em pé, ela estava realmente fora de si.
Robinho: Sim.
Robinho: Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu.
Robinho: Olha, os caras estão na merda… Ainda bem que existe Deus, porque eu nem toquei aquela garota. Vi (NOME DE AMIGO 2), e os outros foderam ela, eles vão ter problemas, não eu… Lembro que os caras que pegaram ela foram (NOME DE AMIGO 1) e (NOME DE AMIGO 2)…. Eram cinco em cima dela.
Robinho: A polícia não pode dizer nada, eu direi que estava com você e depois fui para casa.
Jairo: Mas você também transou com a mulher?
Robinho: Não, eu tentei. (NOME DE AMIGO 1), (NOME DE AMIGO 2), (NOME DE AMIGO 3)… Jairo: Eu te vi quando colocava o pênis dentro da boca dela. Robinho: Isso não significa transar.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Bolsonaro diz que juiz não pode decidir sobre obrigatoriedade de vacina contra covid-19

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.