Política


Frota diz que facada contra Bolsonaro foi armada e protocola pedido de CPI


Publicado 14 de setembro de 2021 às 11:03     Por Larissa Barros     Foto Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) protocolou um pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a facada sofrida por Jair Bolsonaro (sem partido) durante um dos atos da campanha para as eleições presidenciais em 2018, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

De acordo com o parlamentar, a facada foi armada para aumentar seu tempo de televisão Bolsonaro, pois ele já sofria de outros problemas no intestino.

“Sim, isso foi armado e tem o Carlos Bolsonaro por trás de tudo . Assistam ao documentário. Minha parte foi feita, mas não vou ficar ligando para Deputado (a) pedindo assinatura. O caminho está aberto se quiserem caminhar vamos juntos”, afirmou em uma publicação no Twitter.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, usou as redes sociais para ironizar o comentário de Frota e afirmou que “Sendo assim, o Jair poderia propor a “CPI do Oportunismo”, pois ela disse lembrar do parlamentar em frente à casa dela.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.