Cidades


Medidas restritivas com toque de recolher e escalonamento das atividades são prorrogadas em Aracaju


Publicado 16 de abril de 2021 às 18:00     Por Fernanda Souto     Foto Peu Moraes/ AjuNews

As medidas restritivas contra a covid-19, em Aracaju, foram prorrogadas até a próxima quinta-feira (22), seguindo o decreto estadual. A única alteração é no toque de recolher, sendo agora das 22h às 5h, incluindo fim de semana. A decisão aconteceu após reunião do Comitê de Operações Emergenciais (COE), nesta sexta-feira (16).

Além disso, a prefeitura também adotará medidas mais rigorosas no próximo dia 21 de abril, feriado de Tiradentes, assim como acontece nos finais de semana, com o fechamento das praias, parques e serviços não-essenciais.

Também será mantido o escalonamento no funcionamento das atividades econômicas e não-essenciais durante a semana. Todas as medidas estão presentes no decreto municipal 6.429/21, assinado pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) após a reunião.

Com a alteração no horário do toque de recolher, os estabelecimentos localizados no Centro da cidade passam a funcionar das 9h às 19h, com exceção para atividades ou serviços essenciais. No comércio em geral, o funcionamento será das 10h às 20h. Shoppings centers, centros comerciais de bairros, galerias e lojas de departamento também abrem das 10h às 20h. Já supermercados, minimercados e estabelecimentos similares funcionam de 8h às 20h.

Os mercados municipais permanecem com o mesmo horário estabelecido anteriormente, das 6h às 15h, bem como as instituições bancárias, que estarão abertas ao público das 9h às 15h – exceto para as ações de pagamento de benefícios sociais. Órgãos públicos que prestam serviços não-essenciais funcionam das 9h às 15h.

Já em relação ao transporte público, foi estabelecido que continua em vigor a estratégia de disponibilizar 100% da frota em horários de pico. A partir das 21h, haverá redução de ônibus circulando na cidade e, às 22h30 a operação será suspensa, respeitando o toque de recolher.

Leia mais:
Crise fecha dois restaurantes tradicionais de Aracaju; empresários cobram mais auxílio do governo para o setor



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça determina que empresas de ônibus limitem número de passageiros em Aracaju

Justiça
Mais Lidas
Publicidade