Mundo


Farmacêutica Pfizer pede autorização nos EUA para uso emergencial da vacina contra covid-19 na América Latina


Publicado 21 de novembro de 2020 às 17:22     Por Fernanda Souto     Foto Itamar Crispim/ Fiocruz

A farmacêutica estadunidense Pfizer espera lançar rapidamente sua vacina experimental contra a covid-19 na América Latina, após receber autorização de emergência nos Estados Unidos, de acordo com o executivo sênior, Alejandro Cané. Segundo ele, isso poderia ocorrer já no próximo mês. A informação foi divulgada pela Agência Reuters, nesta sexta-feira (21).

“No início a ideia é ter a vacina autorizada nos Estados Unidos”, declarou Cané. “Estamos confiantes de que nas próximas semanas ou meses teremos a vacina em uso não só nos EUA e na Europa, mas também em países da América Latina”, disse.

A farmacêutica solicitou a autorização para uso de emergência de sua vacina contra a covid-19 aos reguladores de saúde dos EUA, nesta semana. “A ideia é coletar todas as informações desse ensaio e estamos aguardando agora o retorno do governo [dos EUA] para ter uma reunião do Comitê Consultivo de Vacinas e Produtos Biológicos Relacionados e, depois disso, uma potencial autorização para nossa autorização de uso de emergência”, disse.

O executivo ainda afirmou que a Pfizer tinha acordos de fornecimento no Chile, México e Peru. Ele também revelou que havia várias outras conversas em andamento, inclusive na Argentina. No país vizinho, o governo disse que poderia receber 750 mil doses da vacina até dezembro.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça condena TV Globo a pagar R$ 65,4 mil a primeira vencedora do “Caminhão do Faustão”

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.