Saúde


“Temos câmaras frias que vão abrigar as vacinas e transportá-las na temperatura ideal”, diz Belivaldo Chagas


Publicado 13 de janeiro de 2021 às 19:00     Por Roberta Cesar     Foto Mario Souza / ASN

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), assegurou que o governo já tem toda a estrutura para recebimento, armazenamento e distribuição da vacina contra covid-19, embora ainda não tenha nenhuma definição sobre quais imunizantes estarão disponíveis, por meio do Plano Estadual de Vacinação.

“Recebendo as vacinas, estamos com a logística pronta. Temos câmaras frias que vão abrigar as vacinas e transportá-las na temperatura ideal”, destacou o governador Belivaldo Chagas.

De acordo com o governo, a ação irá envolver as três esferas gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS), contando com recursos da União, das Secretarias Estaduais de Saúde (SES) e Secretarias Municipais de Saúde (SMS). A meta é vacinar, pelo menos, 95% de cada um dos grupos prioritários contra Covid-19.

A secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, explicou como será realizada a logística para o armazenamento dos imunizantes. “A gente tem toda uma logística de recebimento e distribuição. Vamos trabalhar com caminhões refrigerados que entregam diretamente ao município. Os únicos que receberão dentro da SES, na CEADI, são da região metropolitana. Na região de Própria, vamos enviar para a regional, que irá distribuir aos seus 15 municípios correspondentes. Já os demais, os caminhões do Estado irão levar diretamente os imunobiológicos em cada município”.

Armazenamento
A pasta informou que para o armazenamento dos insumos, a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológico (CEADI) estará preparada com estrutura de sala de preparo climatizada, almoxarifado, área de carga/ descarga, 02 câmaras frias para armazenamento de imunobiológicos na temperatura positiva entre +2º C+ 8º C, 05 freezers convencionais para armazenamento de vacinas negativas na temperatura entre -30º C e – 15º C, e congelamento de bobinas reutilizáveis.

Segundo o governo, se houver lotes de vacinas que exijam temperaturas de 70° negativos, serão utilizados 2 freezers disponibilizados pelos laboratórios de pesquisa do Hospital Universitário (HU/UFS) com capacidade para 820 litros, armazenamento de 200.000 doses.

Distribuição
Em relação à distribuição, conforme informado pela pasta, as vacinas utilizadas pelo Estado terão distribuição exclusiva pelo Ministério da Saúde/PNI e seu recebimento ocorrerá através de malha aérea. Já o transporte para os municípios e ou regional de saúde será realizado por via terrestre, em caminhões refrigerados estaduais e ou carros municipais considerando a distância e estrutura logística da regional de saúde.

“Para o transporte terrestre, em caminhões refrigerados, os imunobiológicos serão armazenados à temperatura positiva (+2°C e +8°C), agrupados em caixas térmicas com bobinas reutilizáveis, monitoramento contínuo da temperatura por meio de instrumentos de medição adequados visando à validação do processo de segurança, sendo a entrega de responsabilidade do estado”, destacou a pasta.

De acordo com a SES, os municípios mais próximos da capital (20 municípios das regionais de Aracaju e Nossa Senhora do Socorro) retiram os imunobiológicos na Central Regional de Imunização (CEADI). Já os municípios mais distantes (39 municípios das regionais de Estância, Nossa Senhora da Glória, Itabaiana, Lagarto) recebem os imunobiológicos no município por meio dos caminhões refrigerados sob a responsabilidade da coordenação estadual de imunização.

“A região de saúde de Propriá, por possuir a Central Regional de Imunização, recebe os insumos do programa de imunização para contemplar todos os municípios da região de saúde através do caminhão refrigerado da CEADI, e 15 municípios desta região fazem a retiradas dos insumos diretamente na regional de saúde”, ressaltou.

A pasta ainda informou que para a distribuição e armazenamento da vacina contra a covid-19 será realizada a articulação com a Secretaria de Segurança Pública para garantir a guarda segura dos imunobiológicos. O mesmo ocorrerá com os municípios, que deverão organizar também essa guarda segura dentro de sua rede de serviços.

Leia mais:
‘O plano de vacinação da covid-19 para Sergipe está pronto, mas depende da quantidade de vacinas a receber’, afirma Belivaldo



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

TSE suspende punições para eleitor que não votou nas eleições municipais de 2020

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.