Entrevista


‘Edvaldo se esconde atrás do governador e foge de confronto de ideias’, avalia coronel Péricles


Publicado 09 de novembro de 2020 às 08:55     Por Fernanda Souto     Foto Arquivo pessoal

O coronel Péricles Menezes (DEM), que ocupa a vice na chapa da candidata à prefeitura de Aracaju, delegada Georlize Teles (DEM),  afirmou ao AjuNews que o atual prefeito e que tenta mais um mandato, Edvaldo Nogueira (PDT), se “esconde atrás do governador” e que “foge de confronto de ideias com o povo”.

Para o militar, a gestão do pedestista é “inócua, maquiada, descompromissada, principalmente, com o cidadão da periferia. Enfim, um fracasso”. À reportagem, o ex-comandante da Polícia Militar alegou que nenhum concorrente ao pleito tem capacidade “técnica e psicológica” como sua companheira de chapa. Ele ainda frisou sua amizade com a candidata, a qual conhece há 30 anos, e disse que seria cabo eleitoral dela, caso a delegada optasse por ser vice para que Emília Corrêa fosse a cabeça da chapa.

Leia a entrevista completa:

AjuNews: O senhor está como candidato a vice-prefeito na chapa com a delegada Georlize Teles (DEM). Ambos têm histórico de serviços à segurança pública da capital. Caso eleito, quais serão suas prioridades como vice-prefeito?
Coronel Péricles: As minhas prioridades como vice Prefeito, claro são mesmas prioridades da Prefeita: trabalhar muito para ajudar o povo de Aracaju ter melhores condições de vida, com desenvolvimento social, cultura, esporte, uma educação eficiente e que padronize o sujeito coletivo como um todo, uma saúde que olhe principalmente para as pessoas mais necessitadas e humildes, como a nossa população da periferia da capital.

AjuNews: Antes da confirmação das candidaturas, Georlize disse que estaria disposta a se candidatar como vice para dar espaço à Emília Corrêa na cabeça da chapa. Se isso tivesse acontecido, o senhor não disputaria nessas eleições ou teria buscado disputar o pleito em outro partido?
Coronel Péricles: Fui convidado para formar a chapa como vice de Georlize faltando dois dias para a Convenção Partidária. Foi um desafio, terminei aceitando para, mais uma vez, ajudar a amiga Georlize, que conheço há trinta anos e sempre fomos parceiros no fazer de uma Segurança Pública voltada para o diálogo com o cidadão, cumprindo o texto constitucional que diz que Segurança Pública é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos. Caso Georlize não me convidasse para ser vice, eu seria o torcedor número um da amiga, seria um cabo eleitoral de Geo. A minha candidatura foi para atender a um pedido de uma amiga do peito. Não podia abandonar a amiga. Dei o melhor de mim.

AjuNews: Após comandar a Polícia Militar de Sergipe, por que decidiu se candidatar a vice-prefeito na capital?
Coronel Péricles: Eu nunca fui filiado a partido político. Apesar de ter sido Comandante Geral da PM em duas administrações de ideologias opostas, a minha postura sempre foi de técnico, ou seja, profissional. Sempre fiz segurança pública para o povo, para o Estado e não para partido politico ou para o governador.

AjuNews: Atualmente o senhor está afastado da PM por estar disputando o cargo eletivo?
Coronel Péricles: Não estou afastado da PM. Estou na reserva remunerada. Já cumpri com o meu dever de exercer minha atividade por trinta anos. Entrei Soldado, consegui chegar o oficialato, fui promovido a todas as patentes da hierarquia Policial militar. Atingi o maior posto, coronel da PM e fui Comandante de minha Instituição. Vim, vi e venci.

AjuNews: Como o senhor avalia os adversários de Georlize e seus?
Coronel Péricles: Nenhum adversário de Georlize tem o preparo técnico, psicológico e de compromisso com o povo de Aracaju, que tem Georlize. Conheço profundamente. Tiro o meu chapéu e por isso aceitei com muita honra o convite para ser seu vice.

AjuNews: Como o senhor avalia a atual gestão da cidade?
Coronel Péricles: Acho a atual administração da capital inócua, maquiada, descompromissada principalmente com o cidadão da periferia, enfim um fracasso.

AjuNews: O que acha que deveria mudar?
Coronel Péricles: Acho que o prefeito tem que encarar os problemas da cidade de frente e não se esconder atrás de governador e fugir confronto de idéias com o povo. Este é o principal protagonista do serviço público, merece total e irrestrita atenção.

Entrevistas
O AjuNews entrevistou todos os candidatos à prefeitura de Aracaju, exceto Rodrigo Valadares (PTB), que não teve disponibilidade na agenda. Neste domingo (8), uma nova rodada de entrevistas foi iniciada com os vices dos prefeituráveis mais bem posicionados nas últimas pesquisas eleitorais. O primeiro entrevistado foi o ex-deputado federal Valadares Filho (PSB), que ocupa a vice na chapa da candidata à prefeitura de Aracaju Danielle Garcia (Cidadania).



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça condena TV Globo a pagar R$ 65,4 mil a primeira vencedora do “Caminhão do Faustão”

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.