Polícia


PF pede nova prorrogação em inquérito sobre morte de Genivaldo; MPF analisa solicitação


Publicado 02 de agosto de 2022 às 06:50     Por Redação AjuNews     Foto Reprodução / Redes Sociais

A Polícia Federal (PF) solicitou ao Ministério Público Federal (MPF), nesta segunda-feira (1º), a prorrogação do prazo de conclusão do inquérito que apura a morte de Genivaldo de Jesus Santos. Essa pode ser a segunda extensão do prazo para finalizar o caso, que originalmente seria de 30 dias.

“O pedido está sendo analisado e, quando houver manifestação, a decisão do MPF será informada à sociedade”, disse em nota o MPF. O órgão já havia autorizado no fim de junho a primeira prorrogação devido a PF argumentar que aguardava resultado dos laudos do IML e do Instituto Nacional de Criminalística, em Brasília.

Relembre o caso
Após a morte de Genivaldo de Jesus Santos, que ocorreu em 25 de maio, em Umbaúba, durante abordagem de policiais rodoviários federais, a PRF divulgou nota à imprensa em que afirmava que Genivaldo havia resistido ativamente à ação da equipe policial. A nota seguia afirmando que em razão da sua agressividade, foram empregados técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo para sua contenção.

No entanto, o teor do documento foi contrariado por inúmeros vídeos gravados por populares que presenciaram a abordagem. As imagens mostram que Genivaldo de Jesus Santos não resistiu ativamente ao ser abordado pelos policiais, tampouco foram empregadas “técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo” contra ele.

Leia mais
Após contradição de informações no caso Genivaldo, MPF-SE recomenda que policiais rodoviários federais usem câmeras de vídeo durante abordagens



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

TCE-SE encaminha à Justiça Eleitoral lista de gestores que tiveram contas reprovadas

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.