Política


Luciano de Menininha sobre possível candidatura ao Senado: ‘Não tenho intenção, mas estou à disposição do partido’


Publicado 26 de janeiro de 2021 às 14:00     Por Fernanda Sales     Foto Reprodução / YouTube

Ex-deputado estadual e ex-candidato a prefeito de Propriá, no Baixo São Francisco Sergipano, Luciano Nascimento (DEM), conhecido como Luciano de Menininha, falou ao AjuNews nesta terça-feira (26) sobre a possibilidade de ser candidato a senador pelo seu partido em 2022. Luciano informou que não tem intenção ao cargo, “nem a deputado estadual, nem federal, nem senador, mas estou à disposição do partido”.

Seu nome foi citado pela senadora Maria do Carmo (DEM) como possível candidato para substituir a vaga da parlamentar no Senado Federal, em entrevista divulgada nesta quinta-feira (25) ao site JL Política. “Ainda não estou sabendo sobre a declaração dela, ainda não conversamos. Sou liderado pela senadora Maria do Carmo, assim como fui a vida toda pelo ex-governador João Alves. Sou um soldado do partido. Claro que essa decisão não parte apenas de Dona Maria e do Democratas de Sergipe. Se a senadora, o Democratas de Sergipe e o Democratas nacional acharem que eu posso ser o representante deles numa candidatura eu estou pronto. Agora não vai partir de mim essa imposição de ser o candidato”, explicou ele.

Para o ex-parlamentar, a senadora deve ter citado o nome dele ao cargo porque ele tem “um perfil parecido com o dela”. “No sentido de ajudar as pessoas, de lutar pelas camadas de pessoas que mais necessitam. Como andei com ela nas três campanhas dela, coordenando a campanha principalmente no Baixo São Francisco, deve ser por isso que ela tem essa intenção.  Não quer dizer que é uma afirmação, mas seria uma honra para mim ser candidato a senador da república”.

Segundo Luciano, é normal que o partido tenha interesse em manter o cargo no Senado. “Todo o partido tem interesse em manter o cargo que ele tem. O partido tem esse cargo no Senado há 22 anos. É um direito de Dona Maria, não querer mais ser candidata e é um direito do partido querer indicar alguém para que possa enfrentar as urnas e, tendo o resultado positivo, o partido manter esse cargo que é muito importante”.

De acordo com o ex-candidato a prefeito, seu maior desejo é ser prefeito de Propriá. Após as eleições de 2020, ele solicitou na justiça a inelegibilidade do candidato eleito Dr. Valberto (MDB), acusando-o de abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral.

“Não tenho interesse em ser candidato nesse momento. Me candidatei para ser prefeito de Propriá e perdi a eleição. O que eu desejo nesse momento é ser candidato a prefeito de Propriá. Se houver aqui um revertério jurídico, havendo a anulação da eleição, eu sou pré-candidato a prefeito de Propriá, mas claro que a eleição de senador é daqui a dois anos, então se daqui pra lá nada de novo acontecer e a gente tiver cotado, e o partido a nível nacional e estadual estiver unido em torno do nosso nome, não irei correr do desafio”, finalizou.

Leia mais:
Maria do Carmo confirma convite a Capitão Samuel e Luciano Mendonça para filiação ao DEM
Propriá: Luciano de Menininha pede inelegibilidade do mandato de Dr. Valberto e denuncia cirurgia feita no IML



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça determina que empresas de ônibus limitem número de passageiros em Aracaju

Justiça
Mais Lidas
Publicidade