Polícia


PF cumpre mandado em SE durante operação que investiga esquema de corrupção no AC


Publicado 14 de fevereiro de 2020 às 10:55     Por Redação AjuNews     Foto Divulgação / Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta sexta-feira (14), a Operação Presságio, em Sergipe, Amazonas, Acre, Rondônia, Minas Gerais e no Distrito Federal. Em Aracaju, a polícia esteve no apartamento e no escritório de um empresário (veja aqui). A ação investiga crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, quadrilha ou bando, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, supostamente cometidos por agentes políticos, servidores da Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul, no Acre, e por gestores da ONG CBCN que prestava serviços à prefeitura.

Foram cumpridos sete mandados de prisão, 38 mandados de busca e apreensão de mídias eletrônicas, processos licitatórios, notas fiscais e documentos diversos relacionados a investigação. Além disso, a Justiça decretou o bloqueio de R$ 3.840.000,00 dos investigados. Segundo a PF, a ONG, fundada em 1967, em Minas Gerais, foi contratada com dispensa de licitação pela prefeitura, mas jamais prestou os serviços. Ao todo, foram firmados cinco termos com diversas secretarias da prefeitura, no valor de R$ 52.164.593,74. As investigações apontaram que a ONG deveria até 2021 tornar Cruzeiro do Sul autossuficiente na produção de energia por meio do aproveitamento do lixo produzido no município.

O “modus operandi” da organização criminosa, de acordo com a PF, era complexo e envolvia diversas pessoas, tanto físicas quanto jurídicas. Os pagamentos que ela recebia da prefeitura eram utilizados para o pagamento de uma empresa contratada pela própria ONG. Essa empresa, criada especificamente para prestar serviços à ONG em Cruzeiro do Sul, repassava os valores para diversas empresas de fachadas que distribuíam o dinheiro entre os membros da organização criminosa.

A operação foi batizada “Operação Presságio” porque a equipe investigativa identificou os integrantes da suposta organização criminosa pressentiam e temiam que logo o esquema seria descoberto e eles presos.

Leia mais
PF faz busca em apartamento e escritório de empresário em Aracaju
Operação Narcos: PF desarticula esquema internacional de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça determina mudança na terceirização do Nestor Piva

Justiça
Mais Lidas
Publicidade