Política


Rogério Carvalho critica ministro do TSE por barrar manifestações no Lollapalooza: “censura”


Publicado 27 de março de 2022 às 16:26     Por Fernanda Sales     Foto Alessandro Dantas / Agência Senado

O senador por Sergipe e pré-candidato a governador do Estado, Rogério Carvalho (PT), criticou a decisão do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Raul Araújo, determinando que o Lollapalooza barre as manifestações eleitorais por parte dos artistas.

O ministro acolheu um pedido do PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, que acionou o TSE após manifestações dos artistas Pabllo Vittar e Marina no palco do festival, na sexta-feira (25), a favor do ex-presidente Lula (PT).

“A manifestação individual em um evento privado de @pabllovittar é uma opinião política e não campanha eleitoral. Opiniões políticas não podem sofrer censura. Solidariedade Pabllo e outras pessoas que estão tendo seu direito de manifestar politicamente censurados. #ForaBolsonaro”, publicou Rogério Carvalho em suas redes sociais, neste domingo (27).

Para os advogados do PL, durante as primeiras apresentações, os artistas Pabllo Vittar e Marina se manifestaram a favor de Lula e contra Bolsonaro, e a atitude configuraria uma propaganda eleitoral antecipada, o que não é permitido por lei.

Leia mais:
Ministro do TSE manda Lollapalooza barrar manifestações eleitorais dos artistas



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça nega recurso de Danielle em ação por danos morais de Edvaldo

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.