Política


Questionado sobre vídeo de Bolsonaro, Valdevan Noventa cita coronavírus


Publicado 23 de maio de 2020 às 14:03     Por Peu Moraes     Foto Reprodução / Agência Câmara dos Deputados

O deputado federal Valdevan Noventa (PSC-SE) optou por não comentar sobre o teor do vídeo da ministerial com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) divulgado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, nesta sexta-feira (22). “É melhor agirmos e minimizarmos o sofrimento do nosso povo. Temos inúmeras emendas e ações benéficas para tratar”, disse fazendo referência a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

A assessoria do parlamentar enviou uma nota ao AjuNews. “O deputado Valdevan Noventa (PSC-SE) informa que não irá se pronunciar sobre o tal vídeo. Para ele, quando a sociedade enfrenta uma pandemia, crises políticas devem ser colocadas em segundo plano. “É melhor agirmos e minimizarmos o sofrimento do nosso povo. Temos inúmeras emendas e ações benéficas para tratar”, afirmou o parlamentar, colocando-se à disposição para falar sobre suas emendas e projetos aprovados.

A liberação das imagens da reunião ministerial, cuja gravação foi apontada pelo ex-ministro Sergio Moro como prova na investigação de suposta interferência do presidente na Polícia Federal (PF).

Na ocasião, Bolsonaro afirmou que não iria esperar “foder minha família toda de sacanagem, ou amigo meu” ao citar a necessidade de trocar o superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, chamado por Bolsonaro de “gente da segurança nossa no Rio”. A fala ocorre em um momento no qual Bolsonaro reclama da falta de informações dos órgãos de inteligência, diz que seus irmãos são perseguidos e que não deseja ver isso.

De acordo com investigadores, que assistiram ao vídeo na semana passada, a frase de Bolsonaro refere-se claramente à Polícia Federal no Rio de Janeiro. A versão de defesa do presidente, verbalizada por ele próprio e por seus ministros que prestaram depoimento à PF, é que ele estava reclamando da sua segurança pessoal. No entanto, nenhum deles apresentou elementos de que o presidente teve dificuldades para mudar sua equipe de segurança pessoal ou que estaria insatisfeito com sua segurança.

Leia mais

Bolsonaro diz que responsabilidade pelo que foi dito na reunião é de Celso de Mello

“Mais uma farsa desmontada’, diz Bolsonaro após liberação do vídeo

‘É fácil impor uma ditadura aqui. Facílimo!’, disse Bolsonaro em reunião com ministros

‘Não vou esperar f* minha família ou amigo meu’, afirma Bolsonaro em vídeo; assista

‘Saia de 64 e contribua com 2020’, diz presidente da OAB após nota do general Heleno

Bolsonaro está preocupado apenas com seus crimes e de sua família, avalia Rogério Carvalho

‘Inconcebível’, diz general Heleno sobre pedido de consulta à PGR sobre perícia a celulares de Bolsonaro

STF retira sigilo do vídeo de reunião que Moro diz ser prova da interferência de Bolsonaro na PF

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

OAB considera inconstitucional suspensão do pagamento integral da Vaep em Aracaju

Justiça
Mais Lidas
Publicidade