Saúde


Menina de 11 anos vítima de estupro realizou aborto legal


Publicado 23 de junho de 2022 às 17:32     Por Quesia Cerqueira     Foto Reprodução / Redes Sociais

Criança de 11 anos vítima de estupro conseguiu fazer o procedimento de interrupção de gestação. De acordo com informações do Ministério Público Federal (MPF), o a cirurgia foi realizada na noite dessa quarta-feira (22).

Em nota, o Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC) informou que não dá informações sobre os pacientes, em respeito à privacidade, e para manter o sigilo do caso que está em segredo de justiça. 

O hospital havia recebido recomendação do MPF para realizar o procedimento nos casos autorizados por lei, independentemente de autorização judicial, idade gestacional ou tamanho do feto.

Em comunicado, o MPF informou que o hospital “comunicou à Procuradoria da República, no prazo estabelecido, que foi procurado pela paciente e sua representante legal e adotou as providências para a interrupção da gestação da menor”.

A advogada da família também não quis se pronunciar sobre o atual estado da criança.

Confira a nota na íntegra:

O Ministério Público Federal (MPF), considerando a grande repercussão do caso envolvendo menor vítima de estupro e, que teve a interrupção legal da gestação negada pelo serviço de saúde, vem informar o acatamento parcial da recomendação expedida nesta quarta-feira, 22, ao Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC).

O hospital comunicou ao MPF, no prazo estabelecido, que foi procurado pela paciente e sua representante legal e adotou as providências para a interrupção da gestação da menor.

Em relação aos demais termos da recomendação, serão avaliadas oportunamente quais as providências a serem adotadas pela procuradora da República titular do 7º Ofício da Cidadania.

O Ministério Público Federal lamenta a triste situação ocorrida e reafirma seu compromisso em zelar pelo efetivo respeito aos direitos fundamentais consagrados na Constituição Federal.

Ministério Público Federal em Florianópolis – 7º Ofício da Cidadania



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

TCE-SE encaminha à Justiça Eleitoral lista de gestores que tiveram contas reprovadas

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.