Economia


Covid-19 leva bolsas de valores da China a pior trimestre desde 2018


Publicado 31 de março de 2020 às 13:19     Por Agência Brasil     Foto Rovena Rosa / Agência Brasil

As ações chinesas subiram, nesta terça-feira (31), depois que o país divulgou o resultado de uma atividade industrial melhor do que a esperada, embora os temores de uma queda econômica decorrente da pandemia do coronavírus (covid-19) tenham levado o mercado de ações ao seu pior trimestre desde 2018.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,33%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,11% com a esperança de que a segunda maior economia do mundo possa se recuperar em breve do choque inicial causado pelo surto. O impacto do coronavírus em rápida expansão arrastou a referência de Xangai para uma queda de 4,5% este mês e de 9,8% no primeiro trimestre, enquanto o CSI300 caiu 6,4% no mês e 10% no trimestre.

Ambos os índices marcaram seus pior mês desde maio passado e pior trimestre desde o quarto trimestre de 2018. Nesta terça-feira (31), o subíndice do setor financeiro recuou 0,8%, o de consumo teve alta de 3,9% e o setor imobiliário caiu 1,3%, enquanto o subíndice de saúde avançou 1,4%. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,88%, a 18.917 pontos. Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 1,85%, a 23.603 pontos.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Bolsonaro diz que juiz não pode decidir sobre obrigatoriedade de vacina contra covid-19

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.