Saúde


Ministério da Saúde avalia distribuir ‘kit covid’ de graça no Farmácia Popular, diz jornal


Publicado 16 de setembro de 2020 às 10:24     Por Peu Moraes     Foto Arquivo / Ministério da Defesa

O Governo Federal, através do Ministério da Saúde discute distribuir gratuitamente um “kit covid-19” no Farmácia Popular. As informações foram publicadas pelo jornal Estadão, nesta quarta-feira (16). De acordo com a reportagem, a ideia do governo é reembolsar os estabelecimentos conveniados todo o valor de sulfato de hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina retirados por pacientes o novo coronavírus. Embora não haja comprovação da eficácia sobre o uso destes medicamentos contra a doença, o tratamento tornou-se aposta do governo Jair Bolsonaro (sem partido).

Ainda conforme o jornal, desde julho a pasta da Saúde faz estudos sobre a “viabilidade” da inclusão dos produtos no Farmácia Popular. O programa distribui gratuitamente ou com desconto de 90% medicamentos para controle de doenças crônicas, que atingem milhões de brasileiros, como diabetes, hipertensão e asma. Será preciso prescrição médica para retirar o “kit covid”.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, defende o uso da cloroquina no tratamento da doença. Após dois ministros deixarem a pasta (Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich) por divergências sobre a aposta no medicamento, coube ao general aprovar nova orientação da Saúde sobre o combate à covid-19, que estimula o uso, desde os primeiros sintomas da doença, de hidroxicloroquina ou cloroquina, associadas ao antibiótico azitromicina.

Segundo a tabela de preços definida pelo governo federal, custa R$ 25 cada caixa com dez comprimidos de sulfato de hidroxicloroquina 400 mg, medicamento indicado na bula para artrite reumatoide, lúpus e malária. Já dez comprimidos do antibiótico azitromicina 500 mg valem R$ 35. Enquanto caixas com dois comprimidos do vermífugo ivermectina 6 mg custam R$ 15. Os valores consideraram alíquotas de ICMS cobradas em São Paulo.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Fernando Zor processa ex após ser chamado de ‘pai ausente’, diz colunista

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.