Justiça


Justiça nega pedido de Rose Miriam para bloquear bens de Gugu


Publicado 27 de fevereiro de 2020 às 12:34     Por Redação AjuNews     Foto Divulgação

A desembargador Galdino Toledo, da 9ª Câmara de Direito Privado de São Paulo, confirmou, na quarta-feira (26), as decisões da primeira instância sobre o testamento deixado pelo apresentador.

Com isso, a Justiça manteve a negativa dos pedidos de Rose Miriam di Matteo de bloqueio dos bens do inventário deixado pelo apresentador. As informações são do colunista Lauro Jardim, d’O Globo.

A médica, que não foi incluída no testamento, tenta entrar na divisão de bens da herança de Gugu a partir da alegação de que teve uma uma união estável com ele.

A Justiça decidiu também manter Aparecida Liberato, irmã de Gugu como testamenteira e curadora das filhas menores do apresentador, Marina e Sofia.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Rachel Sheherazade pede R$ 19 milhões em indenização trabalhista ao SBT, diz site

Justiça
Mais Lidas
Publicidade