Cidades


Covid-19: Terceiro idoso que tomou doses diferentes de vacinas apresenta anticorpos, diz UFS


Publicado 03 de maio de 2021 às 19:02     Por Fernanda Souto     Foto Arquivo pessoal

O terceiro idoso que tomou duas doses diferentes de vacinas contra a covid-19, em Sergipe, desenvolveu anticorpos contra a doença, segundo a Universidade Federal de Sergipe (UFS). Ele é morador de Riachão do Dantas, no Agreste Sergipano, e tem 67 anos.

O idoso havia sido vacinado com a primeira da CoronaVac e a segunda da AstraZeneca. Ainda de acordo com a UFS, ele não apresentou reações adversas aos imunizantes.

“É um indicativo positivo de que a imunidade vacinal está sendo formada. Esse acompanhamento durará três meses. E também há uma parceria com a USP [Universidade de São Paulo] para a investigação de linfócitos ‘T’. Após esse período, iremos publicar os resultados”, disse o professor do Departamento de Farmácia da UFS, Lysandro Borges.

Os outros dois idosos, uma mulher de 75 anos de Aracaju e um homem de 90 anos do município de Aquidabã também produziram anticorpos contra a doença. Todos eles estão sendo acompanhados pela força tarefa da covid-19 da UFS.

Leia mais:
Idosos que receberam vacinas diferentes contra covid-19 criaram anticorpos, diz UFS



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça determina que empresas de ônibus limitem número de passageiros em Aracaju

Justiça
Mais Lidas
Publicidade