Economia


Celse nega rumores e diz que Usina Termoelétrica de Sergipe não será vendida


Publicado 14 de janeiro de 2021 às 07:46     Por Eduardo Costa     Foto Arthuro Paganini/Governo de Sergipe

A Centrais Elétricas de Sergipe (CELSE) negou os rumores de mudanças na companhia, e afirmou que a Usina Termoelétrica Porto de Sergipe I não será vendida. A empresa se pronunciou por nota oficial nesta quarta-feira (13) após boatos relacionados à transferência de controle acionário de uma de suas acionistas.

A CELSE afirmou que tem como acionistas as empresas Golar Power Brasil e Ebrasil Energia, cada uma com 50% de participação. Também nesta quarta (13), foi anunciada a transferência de controle acionário da Hygo Energy, empresa que possui controle indireto da Golar Power Brasil, justamente uma das acionistas da CELSE.

A Companhia informou que “a Hygo Energy possui controle acionário indireto da Golar Power Brasil e, dessa maneira, o acordo comercial formalizado abrange a participação acionária que a Golar possui na CELSE. Esta transação não configura ou prevê qualquer mudança acionária, administrativa ou de gestão na CELSE ou mesmo na Golar Power Brasil, e tampouco afeta quaisquer acordos e compromissos assumidos por estas empresas.”.

Também foi dito pela CELSE que o acordo da Hygo Energy não envolve a EBrasil Energia. “Desta maneira, nenhuma modificação ocorre na CELSE, que continua em atividade em Sergipe para atender 15% da demanda de energia do Nordeste”, completa a empresa.

A Usina Termoelétrica Porto de Sergipe I foi inaugurada em agosto de 2020 na Barra dos Coqueiros, com a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A CELSE foi quem comandou a obra. A usina converte gás natural em energia elétrica, com três turbinas a gás e um a vapor. Ela pode produzir até 30 milhões de metros cúbicos de gás, suprindo 15% da demanda do Nordeste.

Foram estabelecidos 26 contratos de duração de 25 anos com distribuidoras, sendo a principal delas a GE, que construiu as linhas de transmissão e forneceu turbinas. Os investimentos estão na casa dos R$ 6 bilhões. Destes, R$ 1,7 bilhão foi fornecido por acionistas, e o restante financiado por instituições internacionais.

Leia mais:
Usina inaugurada por Bolsonaro em Sergipe promete ser a maior termoelétrica a gás da América Latina



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

STF rebate Bolsonaro e diz que não proibiu governo federal de agir contra pandemia da covid-19

Justiça
Mais Lidas
Publicidade