Esporte


Justiça Federal determina que João Hora seja leiloado por causa de dívidas trabalhistas


Publicado 06 de outubro de 2021 às 19:35     Por Dhenef Andrade     Foto Reprodução / Google Street View

A Justiça Federal de Sergipe determinou que o estádio João Hora de Oliveira, casa do Club Sportivo Sergipe, vá a leilão por conta de dívidas previdenciárias da equipe. O valor do espaço foi avaliado em R$51 milhões e decisão estipula o prazo de 19 de outubro para ser leiloado.

O presidente do clube, o advogado Ernam Sena, afirmou, em nota divulgada para a imprensa, nesta segunda-feira (6), que o já existe uma equipe de advocacia que analisa o caso.

“Se trata de uma execução fiscal movida pela União Federal contra o Sergipe, em que visa a cobrança de débitos previdenciários, como o FGTS e que são datados desde 1988. A gente já tinha desde o início do ano contratado um escritório de advocacia para trabalhar essa parte, da redução e extinção dessa dívida que existe do clube”, afirmou.

Ernam também garante que leilão não vai acontecer. “Até a próxima segunda-feira, que é a data limite, para que a gente possa interpor a ação, os mesmos vão estar promovendo uma ação para que a gente possa suspender esse leilão. Eu quero tranquilizar o torcedor, pois não é algo novo dentro do clube. Em 2009, já se passou por uma situação dessa, inclusive na época se tratava da mesma situação, de uma ação movida pela União”, completou o presidente.

Leia mais
Pré-Copa do Nordeste: Itabaiana divulga protocolos para presença da torcida no Mendonção



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.