Resumo da Semana


Pega-pega na Fecomercio, Laércio Oliveira confiante e o palanque aberto do bloco governista


Publicado 14 de maio de 2022 às 17:00     Por Dhenef Andrade e Peu Moraes     Foto Reprodução/ Assessoria parlamentar

Pressa pra quê? Após ser preterido para a disputa do governo de Sergipe, o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), que não é peixe-pequeno no bloco de Belivaldo Chagas (PSD) deve decidir quem será o nome do pré-candidato a vice. Mas, o prefeito não tem pressa para tomar essa decisão. “Essa escolha deve ser feita lá pras convenções. Vice é um cargo para compor. Tem que esperar. Não tô apressado”, disse Nogueira. As convenções ocorrem entre julho e agosto. Até lá, o nome do vice vai ficar de molho.

Pega-Pega na Fecomercio: Sob o comando do deputado federal Laércio Oliveira (PP) há oito anos, a Federação de Comércio, Bens e Turismo (Fecomércio) vai ter Marcos Andrade como novo presidente a partir de 11 de julho, data da sua posse. Mas, o processo eleitoral foi repleto de confusão. A chapa concorrente, do empresário Breno França, que fez críticas à politização da federação e da gestão de Laércio, foi impugnada pela comissão eleitoral. O motivo foi a desistência de dois membros da chapa de forma inesperada comunicada diretamente à direção da Fecomercio. Segundo Breno, ele só soube da decisão das companheiras de chapa no dia seguinte. O empresário entrou na Justiça para barrar a eleição, mas limiar foi negada. A eleição ocorreu na sexta-feira (13).

Verdade só tem uma: Por falar no deputado, durante a semana Laércio concedeu diversas entrevistas em que reiterou o seu desejo de disputar o Senado. A confiança de que será o escolhido para compor a chapa de Mitidieri é tamanha que o deputado disse que Bolsonaro vem a Sergipe fazer tal comunicado. Questionado se migraria para o grupo de Valmir, que também é bolsonarista, Laércio disse que a ‘única verdade é que ele vai ser pré-candidato ao Senado. Ponto’. Um congresso dos Progressistas foi realizado na quinta-feira (12), no Iate Clube, em Aracaju, e só serviu para enaltecer o nome do deputado para a disputa da vaga a ser deixada pela companheira de partido, Maria do Carmo. Além disso, o apoio à reeleição de Bolsonaro foi manifestada pelos filiados.

Socorro com Bosco Costa: O prefeito de Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju, Padre Inaldo (PP), confirmou o apoio de seu agrupamento à reeleição do deputado federal, Bosco Costa (PP), no pleito eleitoral previsto para acontecer em outubro deste ano. O anúncio aconteceu durante reunião com vereadores aliados onde afirmou que é fundamental ter Bosco em Brasília para o sucesso do seu projeto.

O palanque aberto: Para abarcar as divergências no apoio aos pré-candidatos à presidência da República, o bloco do governo vai optar pela não federalização da eleição local. Com o pré-candidato à cadeira a ser deixada por Belivaldo Chagas (PSD), Fábio Mitidieri (PSD), com voto declarado a Lula, e um dos cotados para a indicação ao Senado, Laércio Oliveira (PP), apoiando Bolsonaro, a opção seria o que aliados de Belivaldo tem chamado de ‘palanque aberto’. Aliados do governador entendem que essa é a melhor opção para não tumultuar o pleito.

Republicanos mais pra cá do que pra lá: O deputado federal Gustinho Ribeiro (Republicanos) foi enfático ao Ajunews ao dizer que não procede os boatos de que seu partido estaria de conversa com o bloco de Valmir de Francisquinho (PL). Assim como Ribeiro, outra liderança forte da sigla, Heleno Silva, estiveram presentes nas reuniões do grupamento de Chagas que culminaram na escolha do nome de Fábio Mitidieri (PSD) como pré-candidato à sucessão do comando do estado.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça nega recurso de Danielle em ação por danos morais de Edvaldo

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.