Política


Rogério Carvalho sobre ‘perdão’ de Bolsonaro a deputado condenado: “Joga para agradar seus fanáticos seguidores”


Publicado 22 de abril de 2022 às 15:38     Por Roberta Cesar     Foto Marcos Oliveira / Agência Senado

Após o presidente Jair Bolsonaro (PL) assinar decreto que concedeu graça constitucional ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Rogério Carvalho (PT) criticou a decisão de ‘perdão presidencial’, nesta quinta-feira (21).

“Sem limites! Bolsonaro utiliza prerrogativa presidencial para beneficiar um amigo, condenado por atacar nossa democracia. Um completo disparate e, além de tudo, inconstitucional e ele sabe disso. Mais uma vez joga para agradar seus fanáticos seguidores e usa o cargo em benefício próprio”, escreveu o parlamentar em seu twitter.

Bolsonaro anunciou o ‘perdão presidencial’ através de uma live nas redes sociais, nesta quinta-feira (21). O decreto foi publicado logo após a transmissão, em edição extra do Diário Oficial da União.

O STF condenou o deputado Daniel Silveira a oito anos e nove meses de prisão em regime fechado, nesta quarta-feira (20). De acordo com a sentença, Daniel estimulou atos antidemocráticos e fez ataques a ministros do tribunal e instituições como o próprio STF. Além disso, a decisão também estabeleceu perda do mandato e dos direitos políticos e multa de R$ 212 mil.

A medida concedida por Bolsonaro ao deputado Daniel Silveira está prevista no artigo 734 do Código de Processo Penal (CPP). A medida é um perdão individual, que contraria o indulto, que é concedido pelo presidente da República coletivamente e quase sempre perto do Natal. O objetivo da graça é beneficiar um condenado específico, extinguindo ou diminuindo a pena a ele imposta.

Leia mais:
Alessandro critica indulto de Bolsonaro a deputado condenado: “não vivemos mais em um regime democrático”
Bolsonaro concede indulto ao deputado Daniel Silveira condenado por atos antidemocráticos



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Justiça nega recurso de Danielle em ação por danos morais de Edvaldo

Justiça
Mais Lidas


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.