Opinião


Alinhado ao Planalto, Rogério Carvalho aprova escolha de Bolsonaro para a Procuradoria-Geral da República


Publicado 29 de agosto de 2021 às 07:01     Por Nélio Miguel Jr     Foto Assessoria Parlamentar

Ex-líder do PT no Senado Federal, Rogério Carvalho aprovou na última semana, no Plenário da Casa, o nome de Augusto Aras, escolha pessoal do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), para seguir no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR) pelos próximos dois anos

Essa é a segunda vez, este ano, que o senador petista se alinha aos interesses do Palácio do Planalto no Congresso. Em fevereiro, Rogério, então líder do PT, orientou a bancada do partido a apoiar a eleição de Rodrigo Pacheco (DEM-MG), candidato de Bolsonaro, à presidência do Senado.

Como contrapartida a este controverso apoio ao candidato chapa branca, Rogério assumiu o comando da Terceira Secretaria do Senado e pôde indicar a destinação de recursos das emendas de relator, um mecanismo nada transparente utilizado pelo governo para privilegiar aliados com verbas do Orçamento da União.

Nas redes sociais, a movimentação petista em defesa dos interesses do presidente da República foi revelada pelo senador Alessandro Viera (Cidadania), que agora se diz eleitor arrependido de Bolsonaro. Segundo o delegado, o apoio do PT a Aras é uma “demonstração de casamento de conveniência”.

* Nélio Miguel Jr é proprietário e fundador do Imprensa 24h. Ex-conselheiro Nacional de Juventude representante do eixo de comunicação. *

Esse posicionamento não reflete a opinião do site AjuNews.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.